Aproveite frete grátis para a cidade de São Paulo

91
Studio Velocity terá bikes à venda e aulas ao vivo.

Bike Velocity na Exame

Spinning sem sair de casa: Studio Velocity terá bikes à venda e aulas ao vivo.


Com lives de professores e mais de mil aulas gravadas no aplicativo Sweatify, Studio Velocity terá bikes para compra e aluguel

A Bike Velocity tem duas opções de tamanho de tela.

Aulas de exercícios online se tornaram parte da rotina das pessoas em isolamento social na pandemia. Com uma infinidade de conteúdos disponibilizados gratuitamente no YouTube, o que se tornou um benefício para praticantes virou um desafio para academias. Porém, pedalar em uma bicicleta ergométrica em casa não tem o mesmo clima de balada, com ambiente escuro, luzes coloridas e música alta de uma aula de spinning.

Com isso, o empresário neozelandês Shane Young, CEO do Studio Velocity decidiu investir R$ 3 milhões para transportar a sensação de fazer uma aula de bike indoor na academia, para casa dos alunos, ao produzir bicicletas para aluguel e venda com tecnologia interativa entre alunos e professor.

Pesando 32 quilos, as bicicletas da Velocity são integradas a uma tela. Através do aplicativo Sweatify, desenvolvido pela Velocity, é possível que os praticantes interajam com o professor e outros praticantes durante a aula ao vivo. Os alunos também conseguem visualizar se estão pedalando no ritmo da música em tempo real. "Tudo pensado para aproximar o usuário da experiência das aulas nos estúdios", comenta Young.

O intuito, tanto das aulas no estúdio quanto em casa, é conferir um momento de descanso para a mente dos alunos. “Focamos muito na experiência sensorial, além da melhoria na parte aeróbica, queremos explorar essa parte mental. O professor usa a música de uma forma muito diferente, justamente para trazer essa experiência sensorial”, comenta Young sobre as playlists produzidas para as aulas.

As músicas são selecionadas especificamente para cada momento da aula. No início, por exemplo, os alunos ainda estão com a mente fora da aula, pensando no trabalho ou no final de semana. “Não adianta você aprofundar muito em uma música, porque a pessoa precisa se soltar ainda. Então trabalhamos com alguns estilos de música para então começar a tocar músicas que sejam mais inspiradoras e motivadoras”, explica.

Para Young, é a integração entre os usuários é essencial para uma melhor prática. “A interação com as outras pessoas dentro da plataforma vira uma funcionalidade e faz com que você não se sinta sozinho fazendo a aula”, disse.

Shane Young, CEO do grupo Velocity (Marco Venicio/Divulgação)

Para ele, até companhias online podem ser motivadoras. Assim, há uma funcionalidade na plataforma em que é possível criar grupos com amigos para pedalarem à distância. “No final da aula é possível compartilhar os resultados com os seus amigos e gerar uma competição divertida”, disse.

Também é possível pedalar assistindo às aulas gravadas e com bicicletas que não são da marca. O aplicativo, com mais de mil aulas gravadas, pode ser assinado por R$ 39,90 mensais. A diferença é que, sem a conectividade da tela com a bicicleta, não há mensuração de dados.

As bikes têm dois valores de aluguel e venda, dependendo do tamanho das telas de 15 polegadas e 21,5 polegadas. O aluguel mensal custa entre R$ 499 e R$ 599. Quem deseja comprar as bikes, os equipamentos custam R$ 8.490 e R$ 9.990, mais a mensalidade do aplicativo Sweatify de R$ 29,90 (plano anual), R$ 39,90 (plano trimestral) ou R$ 49,90 (plano mensal).

Com 28 quilos a menos do que as bicicletas do estúdio, o novo modelo tem um design minimalista, para combinar com os ambientes da casa e poder ser transportado entre os cômodos, “e até levar para a casa de praia no final de semana”, comenta Young.

Até o final do ano, a expectativa da empresa é vender 2 mil bikes. Os alunos que preferem fazer as aulas nos estúdios terão mais opções de academias disponíveis. Com 36 academias em funcionamento, até o final do ano, a expectativa da empresa é contabilizar 60 academias pelo país.

Fonte: https://exame.com/casual/spinning-sem-sair-de-casa-studio-velocity-tera-bikes-a-venda-e-aulas-ao-vivo/
Matéria escrita por: Julia Storch
Data de publicação:  12/07/2022 às 13:18


Posts Relacionados

0

Bike Velocity na Exame

Studio Velocity terá bikes à venda e aulas ao vivo.

0

Sweatify na Tecmundo

Empresa lança bike interativa e conectada para malhar em casa.

1

Vogue testa a nova Bike Velocity

Unindo tecnologia, praticidade e uma tela que permite aos usuários assistir aulas gravadas.

2